Aproveite o verão longe de fungos!

O verão é muito bom para tomar banho de mar, piscina, pegar aquela sauna e praticar esportes ao ar livre, mas sabia que é nessa época do ano que a maioria das doenças causadas por fungos aparece? É que no verão, o ambiente torna-se mais quente e úmido e essas são as condições ideais para a proliferação dos fungos.
Share on facebook
Share on twitter

O verão é muito bom para tomar banho de mar, piscina, pegar aquela sauna e praticar esportes ao ar livre, mas sabia que é nessa época do ano que a maioria das doenças causadas por fungos aparece? É que no verão, o ambiente torna-se mais quente e úmido e essas são as condições ideais para a proliferação dos fungos.

Os fungos causadores de doenças encontram-se em diversos lugares, como piscinas, praias, terra úmida, animais, utensílios de manicure e objetos compartilhados – e estão associados a diversos problemas de saúde. A micose, por exemplo, é causada por mais de 100 espécies de fungos que alimentam-se da gordura e queratina presentes na nossa pele e unhas.

As principais doenças causadas pelos fungos são:

  • Micose de pele, com manchas esbranquiçadas ou avermelhadas em formato arredondado acompanhadas de coceira;
  • Frieira ou pé de atleta, que é a micose de pele entre os dedos dos pés e sola dos pés, com a presença de muita coceira e descamação;
  • Micose de cabeça, que ocorre na superfície do couro cabeludo e causa falhas no cabelo;
  • Micose na virilha, causando muita coceira na região;
  • Pitiríase versicolor: micose superficial causada na pele com grande quantidade de oleosidade, formando manchas esbranquiçadas e com descamação;
  • Candidíase: doença causada por fungos, geralmente o Candida albicans, que pode afetar a pele e membranas mucosas. Dependendo da região afetada ela poderá ser classificada como candidíase oral, intertrigo, vaginal, onicomicose ou paroníquia;
  • Histoplasmose: infecção causada pelo fungo dimórfico Histoplasma capsulatum. Transmitida por via respiratória através da inalação de fragmentos de fungos presentes principalmente em locais com grande concentração de aves e morcegos (galinheiros, poleiros, cavernas, etc). Essa doença afeta geralmente os pulmões e o sistema reticuloendotelial;
  • Onimicose (micose das unhas): infecção causada por fungos e que atinge as unhas.

Se quiser fugir do risco de ser afetado por alguma dessas doenças causadas pelos fungos, é importante seguir algumas práticas de higiene e cuidados pessoais, tais como:

  • Tomar banhos regularmente e enxugar bem todas as partes do corpo, não deixando a umidade permanecer na pele por muito tempo (mulheres devem tomar cuidado extra para manterem a parte debaixo dos seios sempre seca);
  • Usar roupas leves e arejadas – as de algodão são as mais indicadas;
  • Secar suas roupas ao sol;
  • Não compartilhar toalhas, roupas de banho e utensílios de uso pessoal como cortadores de unha, lixas, escovas e pentes de cabelo. Caso vá ao salão de manicure e não tenha o seu próprio kit de unhas, certifique-se de que ela use utensílios devidamente esterilizados;
  • Usar calçados em locais com pisos úmidos como piscinas e vestiários, onde há muita circulação de pessoas, principalmente;
  • Usar meias de algodão para ventilar os pés e não acumular suor;
  • Tomar cuidado para não entrar em contato físico com outras pessoas contaminadas com fungos de pele, pois muitas micoses podem ser contagiosas;
  • Se estiver com algum sintoma de uma doença causada por fungos, procure um médico para iniciar o tratamento rápido;
  • Comer alimentos saudáveis que fortaleçam o seu organismo e seu sistema imunológico como um todo.

Como tratar?

O tratamento e o tempo de cura dependem do tipo de fungo e do grau de contaminação que o paciente apresenta. As micoses superficiais de pele podem levar de um a dois meses para serem curadas, enquanto as profundas, as subcutâneas e as que se instalam em órgãos internos, necessitam de um cuidado bem mais complexo e mais longo.

O tratamento é feito principalmente com o uso de cremes antifúngicos, loções e nos casos mais severos é feito uso de antifúngicos orais. É extremamente importante que a pessoa busque tratamento assim que perceber os sintomas e não interrompa-o quando houver aparente melhora dos sintomas.

 

1 comentário em “Aproveite o verão longe de fungos!”

Deixe um comentário

Deixe aqui seu e-mail pra receber conteúdos incríveis sobre qualidade de vida.

CATEGORIAS
Share on facebook
Share on twitter

VEJA TAMBÉM

Por que o Ômega 3 é tão importante para gestantes e bebês?

A descoberta da gravidez é um dos momentos mais lindos da vida de uma mulher. É também o momento em que ela começa a se preocupar mais com a saúde pois os cuidados, nessa fase, devem ser redobrados. E entre estes cuidados está a alimentação. Você sabia, por exemplo, que o ômega 3 pode trazer vários benefícios não só para você (gestante) como também para o seu bebê? Neste artigo você vai saber onde esta substância pode ser encontrada, como ela pode ajudar na sua saúde (e do bebê) e qual a quantidade diária indicada para seu consumo.

A meditação pode mesmo ajudar contra depressão e ansiedade?

No mundo de hoje parece que nunca sobra tempo para nada. Estamos sempre correndo para dar conta dos compromissos e parece que quanto mais resolvemos coisas, mais tarefas aparecem. Basta conversar com alguém por alguns minutos para ouvir a frase: “nossa, minha vida está uma correria”, não é assim? Além disso, com a internet, estar conectado e responder todas as mensagens imediatamente é quase uma obrigação.

Infelizmente esse estilo de vida acelerado pode…

EPA: conheça um poderoso aliado contra inflamações

Quem nunca sofreu com uma inflamação? É possível que, ao longo da sua vida, você já tenha sentido uma simples vermelhidão ou inchaço na pele. Mas, para algumas pessoas, esse quadro pode desencadear doenças mais graves como artrite, asma e até hipertensão e doenças cardíacas. Mas o que fazer?