Pimenta: sabor e saúde

Pimenta: sabor e saúde em um único alimento! Quem é não gosta de um temperinho a mais em suas principais refeições? Pois se você aprecia uma boa comida, certamente já provou aqueles tipos de pimenta mais usados no Brasil, como a pimenta-do-reino, pimenta-de-cheiro e pimenta malagueta.
Share on facebook
Share on twitter

Pimenta: sabor e saúde em um único alimento!

Quem é não gosta de um temperinho a mais em suas principais refeições?

Pois se você aprecia uma boa comida, certamente já provou aqueles tipos de pimenta mais usados no Brasil, como a pimenta-do-reino, pimenta-de-cheiro e pimenta malagueta. 

Elas são perfeitas para temperar carnes, peixes e mariscos, além de serem usadas em molhos, massas e risotos.

As pimentas são conhecidas há muitos séculos e faziam parte da dieta de indígenas da América Latina. Depois da chegada dos colonizadores, seu consumo passou a ser muito apreciado na Europa, e hoje é facilmente encontrada no mundo todo. 

O Brasil é um grande produtor deste fruto.

Mas a boa notícia mesmo é que, além de proporcionar muito sabor e tempero aos alimentos, a pimenta, seja ela do tipo mais suave ou mais apimentada, pode fazer maravilhas pela sua saúde.  

Ela é rica em vitaminas A, E e C, ácido fólico, zinco e potássio, além dos princípios ativos capsaicina e piperina. Acelera nosso metabolismo, ajuda na liberação de endorfina (o hormônio do prazer), na desobstrução dos vasos sanguíneos (podendo evitar ataques cardíacos ou derrames cerebrais) e auxilia no tratamento da rinite aguda. 

E tem mais: a pimenta combate a ação dos radicais livres no organismo (responsáveis por doenças degenerativas como o Parkinson e o Alzheimer). 

É importante dizer que quanto mais forte o sabor da pimenta, mais capsaicina ela possui. A capsaicina, um poderoso antioxidante e anti-inflamatório, está presente principalmente nas sementes e nas nervuras da casca da pimenta. A substância ajuda a melhorar a digestão e aliviar a dor.

pimenta-sabor-e-saude-2

Vamos conhecer os principais benefícios da pimenta para a nossa saúde? 

  1. Ajuda a perder peso  

Pimenta é termogênica e isso significa que sua digestão é mais difícil e a absorção dos nutrientes acontece de maneira mais lenta. A consequência é que o metabolismo fica mais acelerado para conseguir “processar” a comida. 

Durante esse processo, o corpo precisa de energia, que será retirada dos lipídios (gordura). E é por queimar a gordura corporal que o consumo de alimentos termogênicos ajuda no processo de emagrecimento. 

  1. Atua como analgésico

Sabe aquele ardidinho característico das pimentas? O responsável por ele é um composto químico chamado capsaicina. 

E é a essa substância que possui propriedades analgésicas. Geralmente, remédios com esse componente são indicados a pessoas com artrites e artroses. Além disso, a capsaicina possui ação anti-inflamatória, é anticoagulante, ajuda a reduzir os níveis de colesterol ruim (LDL) e aumenta os do bom (HDL). 

  1. Rica em antioxidante

A pimenta é rica em antioxidantes, o que proporciona mais resistência ao sistema  imunológico e ajuda no combate de possíveis doenças provocadas pelo excesso de radicais livres no corpo. Os problemas mais comuns do excesso de oxidação são envelhecimento precoce e câncer.

Um estudo publicado no The Journal of Cancer Research dos Estados Unidos, em 2006, descobriu que a capsaicina induz a apoptose, morte celular programada, em células do câncer de próstata. Assim, ela contribui para evitar a proliferação da doença. 

Outro estudo, publicado na National Academy of Sciences of the United States of America, sugerem que a capsaicina também ajudaria a reduzir o crescimento de tumores nas mamas e ovários.

chili pepper isolated
chili pepper isolated
  1. Estimula a libido

A pimenta aumenta a frequência cardíaca e a transpiração, que são efeitos similares aos vivenciados na hora do sexo. 

Há muitos anos, a pimenta é considerada uma alimento afrodisíaco.  A melhor maneira de comer a pimenta é fresca. Assim, todos os nutrientes do fruto são mantidos.

Não existe uma quantidade indicada para o consumo de pimenta. Mas aí vai uma dica pra você: não coma pimenta mais de 3 ou 4 vezes ao dia. Principalmente se você tiver algum problema de estômago, como úlcera e gastrite. 

Se você gostou deste conteúdo, repasse-o aos seus amigos e familiares, afinal compartilhar saúde é Vital!

Referências:
https://www.cpt.com.br/
https://www.tuasaude.com/

 

Deixe um comentário

Deixe aqui seu e-mail pra receber conteúdos incríveis sobre qualidade de vida.

CATEGORIAS
Share on facebook
Share on twitter

VEJA TAMBÉM

Quais são os alimentos que contêm ômega 3?

Você já deve ter ouvido muito sobre os benefícios do ômega 3, mas você sabe como ingeri-lo?

A forma mais prática e segura é através dos suplementos, pois eles são livres de metais tóxicos e têm a concentração adequada dos nutrientes que trazem benefícios para seu corpo.

Mas você também pode obter o ômega 3 através de alimentos!

15 de setembro, dia do cliente: obrigado pela confiança!

Pode ser no café da manhã, almoço, entre as refeições ou antes de dormir. Já faz parte da sua rotina tomar os suplementos da Vital Âtman. Entre tantos produtos disponíveis no mercado você escolheu os nossos. Isso se chama confiança.

Pequenos hábitos: comece já e “turbine” sua saúde

Já estamos no segundo mês do ano. E como andam suas resoluções de ano novo? Está conseguindo cumprir suas metas?

Esperamos que sim, mas, independentemente das respostas, veja se você consegue inserir alguns hábitos no seu dia a dia.

Diferente das resoluções, que costumam ser tarefas difíceis de completar, sugerimos coisas fáceis de fazer, mas que podem te ajudar a melhorar muito sua qualidade de vida.

Veja: