Os benefícios do contato físico para a sua saúde

Share on facebook
Share on twitter

Fonte: mdemulher.com.br

Já abraçou alguém hoje? Uma amiga, conhecida, alguém da família, qualquer pessoa, desde que o toque fosse mais fraterno e menos apaixonado? Provavelmente sim. Mas nem por isso você está totalmente a salvo de uma nova tendência, bem negativa, identificada no Instituto de Pesquisa do Toque, em Miami, pela psicóloga Tiffany Field: a touch deprivation, ou privação do toque. Segundo levantamento feito pelo centro de estudos, a maioria dos americanos tem um contato físico bastante limitado com colegas e pessoas não próximas. Até entre cônjuges essas trocas não sexuais estão cada vez menos frequentes. Triste, não?

E, mesmo que você argumente que as relações e regrinhas sociais do Hemisfério Norte são diferentes das daqui, saiba que a história não é bem assim. É que até a amabilidade espontânea do brasileiro está sujeita a uma das principais causas dessa nova síndrome: a internet. “Quando trocamos o contato presencial pelo virtual, acabamos sentindo uma grande perda no processo de comunicação afetiva”, diz Elma.

Por incrível que pareça, isso pode ter consequências mais sérias do que você imagina. Novos estudos mostram que o poder do toque vai muito além de melhorar seu humor – ele vem trazendo muitos e surpreendentes ganhos físicos e psicológicos.

Confira a seguir cinco motivos pelos quais você deve adotar a terapia do toque.

1. Ter um coração saudável e um corpo livre de infecções

Cada vez que alguém encosta em você (com consentimento, claro), os milhares de receptores de pressão supersensíveis que estão na sua pele são estimulados. Eles enviam um sinal, através do sistema nervoso, até o cérebro e as glândulas suprarrenais, que freiam a produção do cortisol, o hormônio do stress. E baixos níveis de cortisol significam pressão sanguínea e batimentos cardíacos saudáveis, além de maior quantidade de células exterminadoras naturais, que são a melhor defesa do seu sistema imunológico contra infecções.

2. Melhorar a imunidade
O toque também estimula seu sistema nervoso parassimpático, conhecido como “resposta de relaxamento”, que aciona um aumento nos hormônios de bem-estar, como serotonina, dopamina e oxitocina. O resultado? Seu aspecto geral e sua imunidade são melhorados.

3. Aliviar a dor
Um estudo da Universidade da Carolina do Norte, nos EUA, aponta que o toque pode servir como um analgésico. A psicóloga Karen Grewn recrutou mulheres com enxaqueca para receber uma massagem profunda nas costas. No final da sessão, elas relataram uma melhora significativa na dor de cabeça. A explicação possível é que os sinais de alívio chegam mais rápido ao cérebro do que seus antagonistas, os sinais de dor.

4. Espantar a depressão e a ansiedade
Ah, o contato de pele com pele ainda funciona com problemas psicológicos. Lembra-se dos nossos amigos hormônios do bem-estar, como a dopamina e a serotonina? Pois então, eles são estimulados e também ajudam a aliviar a depressão e a ansiedade.

5. Garantir conforto e segurança
“Ficamos expostos ao longo do dia às mais diversas situações amedrontadoras”, diz a terapeuta comportamental Letícia Guedes, da Clínica Vivencialle, de Goiânia. Pode ser uma reunião importante em que você vai apresentar um projeto para os chefões do departamento, uma briga com o namorado ou até uma fechada perigosa no trânsito. “Caso seu coração tenha disparado por alguma situação de stress, você com certeza poderia usar os benefícios de um abraço”, diz Letícia.

Deixe um comentário

Deixe aqui seu e-mail pra receber conteúdos incríveis sobre qualidade de vida.

CATEGORIAS
Share on facebook
Share on twitter

VEJA TAMBÉM

Gergelim: poderoso aliado da saúde do coração e redução do colesterol

Altamente valorizadas nas culturas oriental, mediterrânea e africana, as sementes de gergelim têm sido usadas há milhares de anos para dar sabor aos alimentos.

Mas você sabia que elas também trazem muitos benefícios à saúde? Elas podem melhorar a saúde do coração, reduzir o colesterol, equilibrar os hormônios e até ajudar na prevenção do câncer?

Qual a importância da família na sua vida?

15 de maio é o Dia Internacional da Família. Falando nisso, sabe aqueles almoços de domingo? Quando sua avó diz que você está gordo demais e sua tia fala que você já deveria ter se casado, fica difícil, certo?

Mas se você conseguir relevar esses pequenos aborrecimentos vai perceber que o valor da família é muito grande e vai muito além desses comentários.