CÁLCIO SEM LEITE! 5 ALIMENTOS PARA FUGIR DOS LATICÍNIOS…

Share on facebook
Share on twitter

Fonte: www.viciosdobem.com

Sempre enchi a boca pra falar que “e daí que somos os únicos seres que continuam tomando leite depois de adultos“, até que eu finalmente li, conheci e descobri de onde vem e o caminho que o leite percorre até chegar a mim. E fiquei assustada! Tanto que cortei o leite no mesmo dia.

Ainda está difícil me livrar completamente dos laticínios e seus derivados, pois gosto muito de queijo. Mas tenho tirado ele cada vez mais da minha dieta também, substituindo por mandioca!(veja aqui como)

Logo consigo!

Achei esse site aqui muito bom para ajudar nessa transição! http://www.sociedadevegan.com/

Notícia recente de uma equipe de investigação de Harvard está sugerindo uma alimentação sã e livre dos lobbies da indústria alimentar. Será que isso um dia será possível?! A sugestão do estudo foi limitar o consumo de laticínios e seus derivados pois isso pode aumentar o risco de câncer de próstata e de ovários, devido ao alto nível de gordura saturada presente nos componentes químicos utilizados durante sua produção. Muito ruim!

Sabe como substituir? Legumes de folha verde, soja enriquecida e grãos de várias espécies podem nos abastecer muito bem de tudo isso, sabia?
Vem ver uma listinha de cinco alimentos que você pode usar e abusar:

1. Ervas aromáticas – o manjericão e os oregãos tem cerca de 80mg de cálcio por cada 14gramas, por isso utilize estas ervas nos seus cozinhados.

2. Vegetais de folha verde escura – brócolis, couve galega, acelga, espinafre. No entanto não convém abusar o consumo de espinafre, uma vez que dificulta a absorção do ferro.

3. Nozes – 170gr de nozes batem qualquer copo de leite. As nozes do Brasil contem cerca de 213mg de cálcio por 170gr.

4. Sementes – 120 gr de sementes de de linhaça contem 428mg de cálcio, além de outros compostos benéficos para o nosso sistema.

5. Alho – o alho é considerado um anti-séptico natural, além de fonte natural de cálcio.

2 comentários em “CÁLCIO SEM LEITE! 5 ALIMENTOS PARA FUGIR DOS LATICÍNIOS…”

Deixe um comentário

Deixe aqui seu e-mail pra receber conteúdos incríveis sobre qualidade de vida.

CATEGORIAS
Share on facebook
Share on twitter

VEJA TAMBÉM

Óleo de semente de abóbora, por que incluí-lo na sua alimentação?

Se você chegou neste post, provavelmente já ouviu falar sobre o óleo de semente de abóbora, não é mesmo?

Agora, talvez você não saiba da quantidade de benefícios que ele pode trazer para sua saúde quando incluído na sua alimentação!

As sementes de abóbora são populares há séculos. Por volta do ano 1300 os nativos americanos já conheciam seus benefícios alimentares e medicinais. Depois dos astecas e de outros povos da América do Sul, estas sementes começaram a ser consumidas pela Europa e se tornaram parte integrante da dieta de muitas áreas da Europa Oriental e do Mediterrâneo (principalmente a Grécia).

Hoje em dia, o uso do óleo da semente de abóbora prensado a frio está se popularizando por conter inúmeros benefícios para a saúde, tanto de homens quanto de mulheres, vamos conferir quais são eles?