Maneiras de melhorar a saúde do seu cérebro

O que é bom para o seu corpo é bom para o cérebro. Manter uma dieta equilibrada, rica em frutas e legumes, com pouca ingestão de açúcar, gordura saturada e álcool, assim como praticar exercícios e dormir cerca de oito horas por noite são bons hábitos para uma saúde excelente...
Share on facebook
Share on twitter

O que é bom para o seu corpo é bom para o cérebro. Manter uma dieta equilibrada, rica em frutas e legumes, com pouca ingestão de açúcar, gordura saturada e álcool, assim como praticar exercícios e dormir cerca de oito horas por noite são bons hábitos para uma saúde excelente. Mas outras evidências vem surgindo! Uma série de outras atividades podem ajudar a manter nosso cérebro jovem, mesmo à medida que avançamos na idade cronológica.

Podem parecer afazeres normais do dia-a-dia, mas são eficientes e surpreendentes truques antienvelhecimento!

1 – Praticar aulas de dança

Idosos que dançam de três a quatro vezes por semana – especialmente aqueles que praticam dança de salão – tem um risco 75% menor de demência em comparação com pessoas que não dançam, apontou um estudo de 2003 do New England Journal of Medicine. Por quê? “A dança é uma atividade complexa”, diz o autor do estudo Dr. Joe Verghese, diretor de geriatria do Montefiore Medical Center, em Nova Iorque. “É uma atividade aeróbia por isso melhora o fluxo sanguíneo para o cérebro, o que mostrou melhorar suas conexões. Também proporciona desafios mentais.”

2- Tocar um instrumento

Pode ser saxofone, piano ou um violão. Estudos mostraram que ter o hábito de tocar um instrumento melhora a memória em longo prazo e que até mesmo o ato de ouvir música pode ajudar a aumentar a sua capacidade intelectual. Um estudo da Universidade de Medicina de Stanford descobriu que ouvir música barroca – como Vivaldi e Bach – leva a mudanças no cérebro que ajudam a aumentar a atenção e armazenar eventos na memória.

3 – Aprender uma língua estrangeira

Ser bilíngue pode ajudar a retardar o aparecimento da demência. Os indivíduos que falavam duas línguas desenvolveram demência em média de quatro anos e meio mais tarde do que as pessoas que só falavam uma língua – apontou um estudo publicado na revista Neurology em 2013. Outra pesquisa mostrou que as pessoas que falam mais de uma língua são mais atentas e capazes de realizar multitarefas. Especialistas dizem que quanto mais cedo você aprender um novo idioma é melhor, mas que nunca é tarde demais e cada pequeno aprendizado é de grande valia.

4 – Jogar xadrez

Jogar xadrez, bingo, damas e jogos de cartas pode ajudar a manter o cérebro em forma. Um estudo francês feito em 2013 descobriu um risco 15% menor de demência entre as pessoas que jogaram jogos de tabuleiro contra aquelas que não o fizeram.

5 – Fazer trabalhos manuais

Atividades que colocam suas mãos para trabalhar como tricô, crochê e jardinagem, são comprovadamente apaziguadores do stress e eles também podem manter o cérebro jovem.

Quanto mais praticar, melhor será a sua função cognitiva.

6 – Encontre o seu propósito

As pessoas que sentem ter encontrado seu propósito na vida têm menores taxas de depressão e tendem a viver mais tempo. Esta perspectiva positiva também beneficia o cérebro!

Quer se trate de atividade física ou atividade mental, é preciso continuar a testar os seus limites a fim de colher os benefícios. Não fique satisfeito com o resultado do jogo de palavras cruzadas de segunda-feira. Continue indo além, até você dominar o teste de sábado também. Faça o mesmo com a caminhada: continue sempre percorrendo distâncias maiores!

Deixe um comentário

Deixe aqui seu e-mail pra receber conteúdos incríveis sobre qualidade de vida.

CATEGORIAS
Share on facebook
Share on twitter

VEJA TAMBÉM

Conheça os benefícios do contato com a natureza para o corpo e mente

Qual foi a última vez que você colocou os pés na terra? Ou parou alguns minutos para observar as árvores e respirar ar puro? Banho de cachoeira então… Faz tempo né? Passamos o dia todo no escritório, entramos no carro, chegamos em casa e aí é jantar, televisão e cama. O contato com a natureza é importantíssimo para a nossa saúde física e mental!

Orégano: benefícios além da cozinha

Sabia que sua despensa também pode servir como farmácia? É que alguns produtos naturais são verdadeiros remédios que podem ajudar a combater vários tipos de doenças.

Quer um exemplo? O orégano! Ele é muito mais que um simples tempero! A partir dele é possível extrair seu óleo (prensado a frio) que pode tratar e prevenir várias doenças, desde infecções até problemas digestivos e do coração. Isso porque entre seus principais compostos estão o carvacrol e o timol.

Benefícios do óleo de linhaça

O óleo de linhaça é rico em benefícios. Com altíssima concentração de ômega 3, um tipo de gordura do bem, necessária para o corpo humano, o óleo de linhaça pode ser um grande aliado para auxiliar no combate a diversas doenças.