Candidíase: o que é e como prevenir

Share on facebook
Share on twitter

A candidíase é uma doença mais comum do que muita gente imagina. Causada pelo crescimento excessivo de um tipo de fungo denominado Candida, a candidíase chega a afetar 75% das mulheres pelo menos uma vez na vida, de acordo com alguns estudos, e pode gerar sintomas desconfortáveis, especialmente na região íntima, como corrimento espesso e esbranquiçado, acompanhado de forte irritação e coceira.

Apesar de não ser considerada uma doença sexualmente transmissível – já que pode ocorrer mesmo sem um contato íntimo – é comum que parceiros de pacientes com candidíase também possam desenvolvê-la. Dessa forma, o tratamento – geralmente à base de remédios fungicidas orais ou locais e uso de preservativos – é indicado para o paciente e também para o parceiro.

De acordo com alguns estudos, a candidíase pode se desenvolver por diversos fatores, como a queda da resistência do organismo ou da resistência vaginal, favorecendo a multiplicação do fungo e a manifestação dos sintomas. Outros possíveis facilitadores do desenvolvimento da candidíase são o uso de antibióticos, anticoncepcionais e corticoides, relação sexual desprotegida, vestuário muito apertado ou úmido e duchas vaginais em excesso.

Candidíase e o orégano

Além do uso de preservativos e de roupas confortáveis e arejadas, a alimentação pode contribuir muito na prevenção da candidíase e alguns alimentos específicos, como o orégano e o óleo de orégano, podem ser excelentes aliados da manutenção da boa saúde.  

De acordo com muitos especialistas, o orégano possui ricas propriedades antibacterianas, antimicóticas e antivirais, podendo contribuir na inibição do fungo causador da candidíase.

Candidíase e o óleo de coco

Um dos principais nutrientes presentes no óleo de coco é o ácido láurico, um tipo de ácido graxo que também está presente no leite materno e que pode auxiliar na imunidade do corpo. Isso é importante, pois a imunidade baixa favorece a proliferação excessiva de diversos fungos no nosso organismo, especialmente no intestino, gerando desconfortos e dores.

Mas além de poder auxiliar na imunidade, o óleo de coco é considerado por muitos estudiosos como um poderoso alimento antibacteriano, antiviral e antifúngico, podendo auxiliar na prevenção da candidíase.

Óleo de coco e orégano 100% natural

Se você ficou interessado nas propriedades funcionais do orégano e do óleo de coco para auxiliar na prevenção da candidíase (e de outros fungos, vírus e bactérias), conheça o Vital Inib F, o novo produto da Vital Âtman, que auxilia na prevenção da proliferação excessiva de fungos!

 

6 comentários em “Candidíase: o que é e como prevenir”

Deixe um comentário

Deixe aqui seu e-mail pra receber conteúdos incríveis sobre qualidade de vida.

CATEGORIAS
Share on facebook
Share on twitter

VEJA TAMBÉM

Já ouviu falar dos antioxidantes sesamina e sesamolina?

Sabe aquele gergelim que você conhece, geralmente usado sobre os pães? Além de enfeitar os alimentos e dar um gostinho especial, o óleo extraído a frio deste alimento traz vários benefícios para a saúde!

Entre seus compostos estão dois ácidos graxos polinsaturados antioxidantes, a sesamina e a sesamolina, que podem melhorar as funções cardíacas, o sistema imune e até ajudar no emagrecimento.

Por que as crianças precisam de DHA?

Os ácidos graxos essenciais são cruciais para uma boa saúde e desenvolvimento das crianças, mais especificamente o DHA.

O DHA é importante para o desenvolvimento cerebral e ocular e função ao longo das etapas da vida, mas é particularmente importante durante os dois primeiros anos de vida e primeira infância.