Excesso de fungos no intestino: como prevenir?

Share on facebook
Share on twitter

Nosso intestino abriga milhares de micro-organismos, como bactérias e fungos. Alguns deles são importantes para a manutenção da boa saúde. Porém, a proliferação excessiva desses fungos no intestino pode causar desconfortos, como a prisão de ventre, a síndrome do intestino irritável, flatulência excessiva e dores intestinais.

Um dos motivos que podem causar a proliferação excessiva de fungos no intestino é a baixa na imunidade, gerada, por exemplo, pelo estresse ou pela administração de certos antibióticos em grandes quantidades e durante períodos prolongados. Com a queda da imunidade, pode ocorrer a eliminação de grande parte da flora bacteriana intestinal (bactérias boas ao nosso corpo), favorecendo a reprodução em excesso de fungos.

E os incômodos desse desequilíbrio da flora intestinal podem ir além do intestino, já que o excesso de fungos pode atingir outras partes do corpo, como a região íntima, causando a candidíase, uma doença que origina fortes desconfortos, como irritação e coceira, e que pode atingir 75% das mulheres pelo menos uma vez na vida.

Como prevenir?

Ter uma alimentação equilibrada é um dos principais fatores que contribuem para aumentar a imunidade do corpo e, então, inibir a proliferação excessiva de fungos no intestino. E alguns nutrientes específicos podem ser grandes aliados no combate a esse desequilíbrio da flora intestinal.

O óleo de coco, quando 100% puro, é um desses alimentos. Além de conter enorme quantidade de ácido láurico, um ácido graxo presente no leite materno e que pode auxiliar na imunidade do corpo, o óleo de coco possui ricas propriedades antifúngicas, antivirais e antibacterianas, podendo contribuir para o equilíbrio da flora intestinal.

Além dele, o óleo de orégano prensado a frio também pode ser muito importante para a prevenção e o tratamento dos fungos no intestino. Afinal, esse óleo possui ricos nutrientes antibacterianos, antimicóticos e antivirais, podendo contribuir na inibição do fungo causador da candidíase.

 

6 comentários em “Excesso de fungos no intestino: como prevenir?”

    • Olá, Neiva!

      Estamos trabalhando commuito empenho e esperamos que o novo produto possa ajudá-la. O lançamento está previsto para os próximos dias. Continue acompanhando nosso blog e as redes sociais da Vital Âtman. Este é o nosso Facebook: facebook.com/vitalatman

      Um abraço!

      Responder

Deixe um comentário

Deixe aqui seu e-mail pra receber conteúdos incríveis sobre qualidade de vida.

CATEGORIAS
Share on facebook
Share on twitter

VEJA TAMBÉM

Ômega 3: saiba porque ele é bom para o cérebro!

As estatísticas mostram que a longevidade está aumentando em todos os países do mundo. Esta é uma boa notícia, mas que traz uma preocupação: não adianta viver mais, é preciso também viver melhor.

Isso já é possível graças aos avanços da medicina e da mudança do estilo de vida dos idosos que estão mais conscientes da prática de exercícios físicos e de uma boa alimentação.

E com a idade, um dos principais cuidados deve ser com o cérebro, uma vez que existem várias doenças ligadas a idade, principalmente o Mal de Parkinson e o Alzheimer.

Você é atleta? Saiba como a vitamina D3 pode melhorar seu desempenho!

Muito se fala da vitamina D3 mas será que ela também pode melhorar o desempenho dos atletas?

Nesse blog post você vai saber como isso é possível, mas antes vamos falar um pouco sobre esta vitamina.

Também conhecida como vitamina do sol, a vitamina D3 é um pró-hormônio produzido a partir da ação do raio ultravioleta B na pele. Por ser uma vitamina lipossolúvel, além do sol ela precisa de gordura para ser absorvida.

Quais as causas da Compulsão Alimentar?

Quando se fala em Compulsão Alimentar, você pode até pensar que é um assunto muito distante do seu universo. Mas, se parar para pensar, você até pode ter tido, em algum momento da sua vida, sintomas da Compulsão Alimentar.