Óleo de peixe – mitos e verdades

O óleo de peixe é uma excelente fonte de ômega 3, um tipo de lipídio conhecido como um “nutriente essencial”. Em termos nutricionais, isso quer dizer que o ômega 3, apesar de ser fundamental para o bom funcionamento do nosso organismo, não é produzido pelo corpo humano e, por isso, precisa estar presente em uma dieta equilibrada e ser consumido com regularidade.
Share on facebook
Share on twitter

O óleo de peixe é uma excelente fonte de ômega 3, um tipo de lipídio conhecido como um “nutriente essencial”. Em termos nutricionais, isso quer dizer que o ômega 3, apesar de ser fundamental para o bom funcionamento do nosso organismo, não é produzido pelo corpo humano e, por isso, precisa estar presente em uma dieta equilibrada e ser consumido com regularidade.

Para você saber mais sobre o óleo de peixe, confira a seguir alguns mitos e verdades desse precioso alimento:

O ômega 3 do óleo de peixe é absorvido com mais facilidade pelo corpo humano do que o ômega 3 do óleo de linhaça

VERDADE! O óleo de peixe é rico em ômega 3 dos tipos EPA e DHA. Quando ingerimos esses nutrientes, eles não precisam ser transformados em outros compostos para começar a agir em nosso corpo e trazer benefícios para nossas células.

Quando ingerimos o ômega 3 ALA, de origem vegetal, nosso corpo precisa transformar esse lipídio em EPA e DHA para que sua ação seja realmente efetiva.

O óleo de peixe pode auxiliar na prevenção do Mal de Alzheimer

VERDADE! O ômega 3 do óleo de peixe é uma gordura boa que pode ajudar até mesmo na concentração e na memória. Alguns estudos apontam que o consumo desse tipo de gordura pode contribuir na prevenção da doença.

– Todos os óleos de peixe encontrados no mercado são iguais

MITO! Nem todos os óleos de peixe que você encontra no mercado podem ser realmente bons para a saúde. Pelo contrário, alguns podem trazer até prejuízos. Isso acontece porque as concentrações e a qualidade do ômega 3 variam muito de produto para produto. Confira aqui um rápido vídeo para entender mais sobre a diferença na qualidade de ômega 3. Por isso, vale a pena pesquisar e saber mais sobre a procedência do óleo de peixe que você compra. Às vezes, o barato pode sair caro!

– É possível encontrar óleos de peixe contaminados com metais tóxicos

VERDADE! Alguns óleos vendidos no mercado são extraídos de peixes que vivem em águas contaminadas com metais tóxicos, como o mercúrio, por exemplo. Por isso, mais uma vez, é fundamental conhecer a procedência do óleo de peixe que você compra para não levar para casa algo que pode prejudicar sua saúde ao invés de fazer bem. Existem empresas idôneas no mercado que disponibilizam laudos sobre a procedência do óleo e sobre a qualidade dos ômegas. Não deixe de pesquisar!

 

Deixe um comentário

Deixe aqui seu e-mail pra receber conteúdos incríveis sobre qualidade de vida.

CATEGORIAS
Share on facebook
Share on twitter

VEJA TAMBÉM

COZINHA VITAL – CROCANTES DE FESTA

Rendimento: 04 porções Ingredientes: 2 cenouras 2 pepino japoneses 2 talos de salsão Molho: 250g de tofu 8 azeitonas verdes 5 castanhas-do-pará 4 colheres de