TPM e sintomas da menopausa: é possível evitá-los!

Os ciclos femininos são feitos de mudanças que vão da infância à terceira idade. Em todas as fases da vida, as mulheres passam por alterações hormonais que transformam seu organismo e muitas vezes causam alguns sintomas físicos e mentais desagradáveis, como dores de cabeça, nos seios, cólicas, irritação, dentre outros desconfortos. Quando todas essas mudanças são mais intensas, podem afetar o bem estar da mulher, comprometendo de alguma maneira sua qualidade de vida, humor e saúde.
Share on facebook
Share on twitter

Os ciclos femininos são feitos de mudanças que vão da infância à terceira idade.  Em todas as fases da vida, as mulheres passam por alterações hormonais que transformam seu organismo e muitas vezes causam alguns sintomas físicos e mentais desagradáveis, como dores de cabeça, nos seios, cólicas, irritação, dentre outros desconfortos. Quando todas essas mudanças são mais intensas, podem afetar o bem estar da mulher, comprometendo de alguma maneira sua qualidade de vida, humor e saúde.

tpm-sintomas

Que mulher não conhece, ao menos minimamente, a famosa Tensão Pré Menstrual? Seus sintomas afetam mulheres em todo o mundo. Contudo, diversas pesquisas sugerem que os alimentos que consumimos e as substâncias específicas que eles incluem são um fator importante no controle da TPM e das dores nas mamas.

Tratamentos com ácido gama-linolênico (GLA), que é um ácido graxo essencial ômega 6 encontrado primariamente em óleos vegetais, mostraram melhoras nos sintomas da TPM, sendo que os resultados mais surpreendentes foram percebidos com o uso de suplementos alimentares feitos com o óleo de borragem, que é rico nesse tipo de ácido graxo.  

O óleo de borragem é uma substância extraída da planta Borago officinalis, conhecida como Borragem, que é a fonte natural mais rica do ácido gama-linoleico ou GLA (Entre 17 e 25% da sua composição).

Depois de absorvido pelo corpo, o GLA é convertido em prostaglandinas e serve para a
judar a regular o sistema imunológico, combater inflamações, aliviar sintomas de doenças autoimunes, doenças de pele, além de minimizar a tensão pré-menstrual, cólicas e outras condições inflamatórias.

Como tem propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes, o óleo de borragem auxilia no tratamento de diversas condições de curto e longo prazo na mulher. Muitas mulheres que começaram a tomar o óleo de borragem disseram ter alívio dos sintomas da tensão pré-menstrual como a sensibilidade mamária, ansiedade, erupções cutâneas, estresse e cólicas. O óleo de borragem também se mostrou eficaz no tratamento da endometriose, dos sintomas da menopausa, incluindo os suores noturnos e até no aumento da produção do leite materno.

tpm-oleo-de-borragemAo utilizar o óleo de borragem, opte por produtos certificados para garantir que ele esteja livre de alcaloide pirrolizidínico, uma toxina cancerígena que ataca o fígado. É que essa planta produz alcaloide pirrolizidínico naturalmente e deve ser tratada antes do consumo. O tipo de extração mais segura é quando as sementes são prensadas a frio para extrair o óleo!

No caso das mulheres que estão na fase da menopausa, é interessante otimizar ainda mais os efeitos benéficos do consumo de óleo de borragem, associando o seu uso a doses de magnésio, vitamina D, e cálcio, isso irá ajudar a mulher a evitar o risco de osteoporose, que se torna maior nesta fase da vida.

  • Magnésio – O magnésio é um potente antiarrítmico e vasodilatador, além de ajudar a segurar o cálcio nos ossos; ele é encontrado nos vegetais, porém, o solo brasileiro é pobre em magnésio, já que este é mais abundante em locais onde há vulcões. A suplementação é uma excelente opção para consumir este importante mineral, sendo que uma das formas mais utilizadas é através do Cloreto de Magnésio PA.
  • Vitamina D – Já se sabe que na verdade a vitamina D é hormônio esteroidal, ela é liberada no corpo ao consumirmos determinados alimentos e é ativada quando tomamos sol. Você pode considerar tomar um suplemento de vitamina D, uma vez que você provavelmente não está tomando sol o suficiente e nem recebendo o suficiente de alimentos e bebidas, mas opte pela vitamina D3 que é de origem animal e é muito mais funcional para o organismo do que a vitamina D2 que é de origem vegetal.
  • Cálcio – Muito se fala sobre a importância da suplementação com cálcio, mas saiba que ele não deve ser tomado sozinho pois pode calcificar artérias e prejudicar o rim. O cálcio deve ser  ingerido junto com a Vitamina D3, que ajuda a absorver o cálcio, e junto com o magnésio, que serve para “segurar” o cálcio nos ossos.

Caso queira saber mais sobre importantes nutrientes para a sua saúde em geral, nós já listamos aqui no nosso blog  – 5 suplementos que você deve considerar adicionar à sua rotina alimentar.

Alimente-se com sabedoria, se nutra com bons nutrientes e gorduras do bem e deixe a tensão e os sintomas chatos longe daqueles dias.

Gostou do post? Compartilhe com as mulheres de sua vida e aproveite mesmo o que é Vital para você!

2 comentários em “TPM e sintomas da menopausa: é possível evitá-los!”

Deixe um comentário

Deixe aqui seu e-mail pra receber conteúdos incríveis sobre qualidade de vida.

CATEGORIAS
Share on facebook
Share on twitter

VEJA TAMBÉM

Beleza e saúde: tudo o que você precisa saber sobre a Biotina

Você quer ficar bonita por fora e saudável por dentro?

Então comece agora mesmo a tomar a vitamina B7, também conhecida como biotina. Este nutriente, além de desempenhar um papel importante na saúde dos cabelos, unhas e pele, promove o metabolismo saudável e ajuda nas funções do sistema nervoso, hormonal e cardiovascular.

Receita de torta maravilha

Aprenda uma receita de torta maravilha supersaudável e nutritiva. A dica é da nutricionista Amanda Buonavoglia e faz parte de um conjunto de receitas sem

Quatro maneiras de praticar o amor próprio

Como anda seu amor próprio?
Em geral, carregamos uma crença doentia de que quando nos colocamos em primeiro lugar estamos sendo egoístas. Mas quando fazemos as coisas por obrigação, ou porque sentimos que “precisamos”, essas atividades acabam gerando ressentimento e estresse em nossas vidas.

Ao optar pela prática do amor próprio de maneira profunda e intencional, naturalmente cuidamos dos outros de uma forma mais saudável e positiva!